Violência e sexo não vendem, revela estudo

Violência e sexo não vendem, revela estudo

Um estudo da Universidade de Ohio, Estados Unidos, concluiu que o sexo e a violência na televisão, cinema e imprensa não servem para vender mais, tendo até um impacto negativo, desmentindo uma ideia que marcou a indústria da publicidade.

Em geral, os conteúdos violentos ou com carga sexual têm um impacto negativo no produto ou não têm qualquer impacto, segundo as conclusões divulgadas na quinta-feira.

“A violência e o sexo nunca ajudam ou, por vezes, prejudicam a eficácia da publicidade”, assegura o estudo.

Os investigadores analisaram as reações de 8.500 participantes em meia centena de experiências para determinar os efeitos do sexo e da violência na atitude em relação às marcas, nas intenções de compra e no impacto na memória dos telespetadores.

O conteúdo sexual afetou negativamente a memorização do produto, enquanto a atitude para com uma marca tornou-se mais negativa no caso de anúncios violentos, em comparação com aqueles de conteúdo considerado neutro.

Assim, a intenção de compra diminui se a marcar estiver envolta em conteúdo sexual ou violento, conclui.

Texto e Foto: Lusa

Fonte: http://www.noticiasaominuto.com/

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Open chat
Podemos ajudar?

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close